Página 1
Padrão

CONHEÇA AS OFICINAS GRATUITAS DO FEIRA NOISE

12108107_977595575629837_9201684740816208646_n

Para além dos shows musicais e as diversas apresentações artísticas, o Festival se coloca como um campus de #FormaçãoLivre, gerando uma troca de saberes entre oficineiros e os participantes durante o evento. A programação conta com oficinas, workshops, debates e palestras.

Veja abaixo a lista completa do que teremos e fique atento para não deixar departicipar…

07.11 – Fotografia: Empoderamento de Mulheres
07.11 – Graffiti
07.11 – Economia Criativa
07.11 – Literatura
14.11 – Dança – Tribal Híbrido
14.11 – Fotografia: Cobertura de Shows e Espetáculos
14.11 – Oficina de Turbantes
14.11 – Corpo, sentidos e coisas teatro para iniciantes
14.11 – Comunicação para Músicos Independentes
14.11 – Linguagem, análise fílmica e crítica cinematográfica
21.11 – Formação: Comunicação Colaborativa
21.11 – Dança

Obs.: Cada oficina terá suas especificidades e limite de participantes, portanto, permaneça com atenção as publicações que em breve iremos divulgar o formulário de inscrição.

Padrão

AS VEIAS ESGARÇADAS DA PRINCESA

11879115_801773386610583_2328236919833456593_o

Em 18 de Setembro de 2015 Feira de Santana completou 182 anos de emancipação política e os problemas continuam os mesmos. A crise no trânsito e sua indústria de multas, a desordem instalada nas vias públicas, exemplos das ruas Marechal Deodoro, Sales Barbosa, dentre outras do seu entorno, “um PACTO DE FEIRA” que até agora não emplacou, lagoas sendo dizimadas, aterradas, dando espaço à especulação imobiliária, mas para muitos, Feira de Santana está no caminho certo.

Sou filho desta terra e, dela me orgulho, é por isso que faço estas ponderações, é inadmissível uma cidade do porte de Feira de Santana ser administrada como se administra o quintal de casa. Feira de Santana é bem maior que questiúnculas políticas. As críticas realizadas a uma administração não podem ser computadas como ofensas pessoais ou rotuladas como: “você fala isso porque é do partido A, B, C ou PPQP”, a verdade tem que ser exposta. A imprensa não pode e nem deve esconder os fatos.

Feira de Santana por muito tempo manteve-se refém das empresas de transporte coletivo que prestava (des)serviço com o pior, mais desorganizado, mais sujo e mais caro serviço de transporte coletivo urbano que já conheci, e o poder publico tinha plena consciência do que estou falando, mas, insistiu em manter a desordem do transporte até o caos, quando a população de quase setecentos mil habitantes ficou por aproximadamente treze dias sem o poder de locomoção. É aí e, só aí, a figura do ligeirinho que já ocupava as brechas deixadas pelos péssimos serviços prestados pelas empresas de transporte coletivo, ressurge com força total e/ou única tábua de salvação ocupando todos os espaços, inclusive os pontos de ônibus, há quem diga que uma vaga de ligeirinho em determinados bairros de nossa cidade chega a custar cinco mil reais.

 Neste contexto do caos do transporte público impõe-se o BRT. A quem interessa o BRT? O Projeto está dentro dos padrões? Foram realizados estudos de impactos ambientais? Porque a implantação na Avenida Getúlio Vargas? O local atenderá as necessidades da grande periferia da nossa cidade? Com certeza que não. Será que o BRT na Getúlio Vargas não seria para ostentar as vaidades do Imperador? Enquanto isso não podemos ficar de braços abertos apenas a observar AS VEIAS ESGARÇADAS DA PRINCESA.

A bem da verdade, quero deixar bem claro que não sou contra o progresso, mas, questiono as coisas feitas de forma atropelada. Como uma metrópole do porte de Feira de Santana pode ser administrada sem um plano diretor? Como os problemas desta comunidade podem ser solucionados sem que haja uma discussão prévia? Refiro-me a um amplo debate envolvendo diversos setores da sociedade civil. Será que todos estes questionamentos seriam encarados e solucionados de forma empírica? Quando falo em debate amplo não incluo reunião ampliada de aliados para discutir amenidades óbvias.

  • Alberto Luiz de Freitas Souza é Radialista e Geógrafo Formado pela UEFS.

 

Padrão

Feira Camelô 2.0 Feira Noise Festival 2014 – Selecionados

A comissão gestora da Feira Camelô 2.0, a ser realizada no Feira Noise Festival 2014 entre os dias 28 e 30 de novembro, informa a lista de selecionados para esta edição, visto que o número de inscritos ultrapassou o número de vagas.
Prezando pelos critérios descritos no Regulamento, os empreendimentos selecionados são:

APIMENTÁRIO
ASSOCIAÇÃO DE HIP HOP DE FEIRA DE SANTANA – H2f
BANANA MEC NICA
BATOM VERMELHO
BLUEBERRY BOMB
BOYRÁ TEIAS
BRECHÓ BIXO GRILO
CHACARTES
COOPERATIVA CACTUS

Convidamos os selecionados para reunião de apresentação da proposta da Feira Camelô 2.0. Além disso, a intenção é construir colaborativamente o formato da Feira, bem como pensar em ações que movimentem o espaço. Data, local e hora da reunião serão informados via email indicado na ficha de inscrição do selecionado.

IMPORTANTE: Aquele que não comparecer à reunião sem prévia justificativa terá a inscrição indeferida, liberando vaga para outro inscrito.
Em caso de dúvidas ou não recebimento da confirmação, favor entrar em contato: banquinha@feiracoletivo.com.br

Padrão

Inscrições abertas para Cobertura Colaborativa no Grito Rock

 

223447_10151294312344912_1372050810_n
A edição de 2013 do Grito Rock tomou proporção mundial, são 300 cidades de 30 países da América Latina, Europa, Oceania e África realizando o festival de forma integrada. Feira de Santana está incluída nesse contexto e você também pode participar através da Cobertura Colaborativa.
Ferramenta que utiliza o conceito de mídia livre, colaborativismo e empirismo, unindo a importância do registro à potencialização das ações, a Cobertura Colaborativa serve para comunicar os festivais de forma simples, direta e participativa para toda a sociedade, além de servir de portfólio para captação de recursos em futuras edições.
As inscrições vão até o dia 15 de fevereiro. Os inscritos receberão um e-mail de confirmação com a data da reunião para o credenciamento e esclarecimentos sobre o evento.
Para participar, basta preencher o formulário (http://bit.ly/12uvtgq) e selecionar o segmento (Redação, Fotografia, Assessoria de Imprensa, Audiovisual ou Mídias Sociais) que deseja atuar no Grito Rock.

 Participe. Grito Rock 2013

Padrão

ARTES VISUAIS NO FEIRA NOISE

As artes visuais também terão seu espaço garantido no Feira Noise, além da exposição fotográfica teremos a intervenção artística de Ailson Rolemberg – AR –, no dia 2 de novembro, e a esta participação especial da arte de rua no Festival é fruto da parceria do Feira Coletivo com o coletivo BOOM CLAP de Salvador

Sempre com suas mãos sujas de tinta, AR quebra a barreira do comum e interfere na paisagem urbana da cidade. Explorando a tipografia como o principal elemento da sua expressão, AR transforma letras em texturas, texturas em formas, e formas em um banquete de informações. Sua caligrafia clássica se mistura com técnicas e elementos atuais, e isso transforma suas pinturas em um passeio sem lugar nem data marcada.

Padrão

Coluna Maria Bonita na Bahia

As #FEmininas voltam ao nordeste para a segunda etapa da Coluna Maria Bonita!

As fotos acima já são de registro, feitas pelas integrantes da Coluna, que será toda retratadas por elas, cidadãs multimídia.

Quem recebe a visita das FEmininas são as cidades Vitóra da Conquista, Jequié, Feira de Santana e Salvador, que de 16 à 20 de setembro receberão os módulos dos simulacros da rede e trabalharão para a maior integração da bahia ao restante da regional

No início do ano as gestoras do Fora do Eixo CardUniversidade Livre Fora do Eixo ePartido Fora do Eixo estiveram em Fortaleza (CE), Quixadá (CE), João Pessoa (PB) e Sousa (PB), em imersão com os coletivos, onde fizeram várias reuniões de planejamento e ainda cumpriram agenda com parceiros e poder público de cada cidade.

Acompanhe mais novidades aqui! 🙂

Padrão

Associação Protetora dos Animais promove atividades em comemoração aos seus 10 anos de atuação.

 

Agora em 2012 a APA – Associação Protetora dos Animais de Feira de Santana está comemorando 10 anos, atuando desde a sua criação na defesa e promoção do bem estar dos animais e na realização de um trabalho de conscientização com a comunidade

Nessa década, várias ações se efetivaram: muitas denúncias foram atendidas; muitos animais foram tirados das ruas, tratados, castrados, vacinados e encaminhados para adoção; donos foram orientados sobre a posse responsável e maus-tratos; a causa animal foi defendida e colocada em evidência em diversos meios de comunicação, em especial nas redes sociais que, com seu grande poder de penetração, proporcionou a divulgação e o reconhecimento da Associação.

Embora ainda haja muito a fazer por esta causa, não se pode deixar de comemorar as vitórias já conquistadas. Por isso durante o ano a associação está realizando diversos eventos e atividades em comemoração a esta data especial. No dia 22/01 a APA aderiu à Manifestação Nacional Crueldade Nunca Mais, promovendo em Feira de Santana um ato público que levou associados e voluntários às ruas em defesa dos animais.

Dando continuidade a Programação de Aniversário, a entidade realizará no dia 19/05 (sábado) o evento Cão no Parque, que acontecerá no Parque da Lagoa das 10h às 17h com atividades variadas como desfile de cães, sorteios de brindes, mostra de animais para adoção, stands e muito mais. Para participar  basta levar 1kg de ração, e quem quiser pode também levar o seu pet.

Mais eventos estão programados durante o ano, a exemplo do Bicho Feliz, que está em sua terceira edição e será realizado no Cuca em outubro. As próximas atividades deste ano especial de comemoração serão divulgadas no blog oficial da APA.

Participe e abrace esta causa!