Turnê Novíssimos Baianos passa por Feira de Santana

Turnê Novíssimos Baianos passa por Feira de Santana


Tomando como exemplo as turnês já realizadas pelo Circuito Fora do Eixo, estas que tiveram recordes de público e de estados que as receberam, em dezembro saem pelo Nordeste duas bandas que são consideradas as promessas de 2011 para a Bahia e para toda a América Latina. Uma advinda da capital Salvador e a outra da suíça baiana, Vitória da Conquista. Maglore e Os Barcos, respectivamente, lançam-se na estrada para realizar uma série de apresentações que passarão por boa parte dos estados nordestinos com a turnê Novíssimos Baianos.
O nome “Novíssimos Baianos” vem do jornalista Luciano Matos, do site El Cabong, de Salvador, que colocou Os Barcos e a Maglore no rol de artistas que ocuparão o lugar de uma famosa banda já extinta, os Novos Baianos. Elas fazem parte da atual safra de músicos que se desponta como a promessa da música do nosso estado, do nosso país.
Os Novíssimos Baianos começam a turnê em Vitória da Conquista, no dia 2, e sobe passando por Feira de Santana, Salvador e Camaçari, ainda na Bahia. Depois, saem do estado e seguem para a capital sergipana e sobe mais um pouco para fazer dois shows em Recife, duas na Paraíba e finaliza com o show no Rio Grande do Norte, em Natal, no dia 12 de dezembro.
Formada em 2009, em Salvador, a Maglore, propõe a sinestesia musical entre cores e sons, trazendo elementos musicais de vários cantos do mundo. A banda mescla a espontaneidade da música popular brasileira com a classe do rock britânico, aliados a letras sinceras. O resultado disso é um rock tropical.
A Maglore começou a sua bem-sucedida carreira com Cores do Vento, seu primeiro EP e disparou tocando em vários eventos como o Festival FUN MUSIC (SP) e o Desafio das Bandas (BA). A banda também venceu o iBahia Garage Band, através de votação popular, que rendeu uma apresentação no Festival de Verão Salvador 2010. Nery Castro, Teago Oliveira, Leo Brandão e Igor Andrade formam a Maglore que produz um som que contagia a todos, de várias tribos, com a mesma intensidade.
Ao lado dos soteropolitanos, apresenta-se Os Barcos. Fundada em 2008, com integrantes de Poções e Vitória da Conquista, ambas cidades baianas, a banda produz um som de alta qualidade, com letras e melodias gostosas de ouvir, o que fez com que sua música fosse reconhecida em todo o estado. O nome da banda é em alusão há um escrito de Fernando Pessoa que diz que: “Navegar é Preciso; Viver não é preciso”, no qual o autor escreve que viver não é necessário; o que é necessário é criar. Sendo assim, entende-se cada componente como um barco em meio ao caos, navegando em busca de um anti-adoecimento, uma espécie de movimento poético de linhas de fuga.
Marx, Netinho, Ivan e Fernando acabaram de gravar o primeiro CD d´Os Barcos de forma independente, e sofre influências de diversas vertentes musicais, entre elas, o Rock e o Jazz, além das mais variados formatos artísticos. A galera já aportou em grandes festivais como o de Inverno da Bahia, o Conexão Vivo e o Conexão Vivo na Sala do Coro.
As turnês do Fora do Eixo tiveram início no ano de 2009 e durante todo o ano e no ano seguinte, firmou-se como uma forma alternativa de circulação de bandas que envolve não somente as bandas participantes em si, mas também, casas de shows, produtores, comunicadores e toda a Rede Fora do Eixo.


Datas do show:
02/12 – Vitória da Conquista (BA)
03/12 – Feira de Santana (BA)
04/12 – Salvador (BA)
05/12 – Camaçari (BA)
06/12 – Aracaju (SE)
08/12 – Recife (PE)
09/12 – Recife (PE)
10/12 – João Pessoa (PB)
11/12 – Campina Grande (PB)

12/12
– Natal (RN)